Compartilhar:  

Arménio (oriental, clássico) – Sistema de transliteração Hübschmann-Meillet

Língua:
No alfabeto arménio No alfabeto latino Copiar
Ligações comerciais
աaբbգgդdեeզzէêըəթt῾ժžիiլlխxծcկkհhձjղłճčմmյyնnշšոoչč῾պpջǰռսsվvտtրrցc῾ւwփp῾քk῾օôֆfուowևew

Teclado virtual arménio (oriental, clássico)

O teclado virtual arménio (oriental, clássico) permite que insira caracteres diretamente com o rato. Não há necessidade de ajustar o teclado para digitar o texto num outro alfabeto. A transliteração de cada carácter suportado fica à direita dele. Então pode converter o seu texto de um alfabeto para noutro, dependendo do sistema escolhido para a transliteração.

Síntese do idioma

O arménio clássico, chamado grabar ou krapar (գրաբար, ou literário) pertence à família das línguas indo-européias. Língua morta usada do ano 405 ao século XI, é a língua litúrgica da Igreja Apostólica Arménia.

Sistema de transliteração: Hübschmann-Meillet


O sistema de transliteração Hübschmann-Meillet de 1913 é frequentemente utilizado na literatura linguística sobre a língua clássica arménia.

Outros sistemas de transliteração pelo arménio (oriental, clássico)

Os outros sistemas de transliteração atualmente suportados pelo arménio (oriental, clássico) são: BGN/PCGN e ISO 9985.

Livros

GRABAR. An Introduction to Classical Armenian GRABAR. An Introduction to Classical Armenian
por , editora Lincom GmbH (2012)
[Amazon.com Amazon.com]

Outras línguas suportadas

As outras línguas suportadas são: abcázio, adiguês, arménio (ocidental), azeri, bashkir, bielorrusso, búlgaro, cazaque, cherokee, chuvache, dakelh, georgiano, grego, inguche, inuktitut, japonês, macedónio, russo, sérvio, tamazight, ucraniano e vai.

 
Este site usa cookies para fins estatísticos e de publicidade. Ao utilizar este site, você aceita o uso de cookies.