Compartilhar:    

Dakelh – Sistema de transliteração Silabário nativo canadense

Língua:
Ligações comerciais
aueiooohahuhehihohoohbabubebiboboobkhakhukhekhikhokhookhghaghugheghighoghooghwawuwewiwowoowhawhuwhewhiwhowhoodadudedidodootatutetitotoott’at’ut’et’it’ot’oogagugegigogoogkakukekikokookk’ak’uk’ek’ik’ok’ook’nanuneninonoonngmamumemimomoomyayuyeyiyoyoojajujejijojooch’ach’uch’ech’ich’och’oolalulelilolooldladludledlidlodloolhalhulhelhilholhoolhtlatlutletlitlotlootl’atl’utl’etl’itl’otl’oozazuzezizozoozdzadzudzedzidzodzoosasusesisosoosshashusheshishoshooshchachuchechichochootsatsutsetsitsotsoots’ats’uts’ets’its’ots’oo

Teclado virtual dakelh

O teclado virtual dakelh permite que insira caracteres diretamente com o rato. Não há necessidade de ajustar o teclado para digitar o texto num outro alfabeto. A transliteração de cada carácter suportado fica à direita dele. Então pode converter o seu texto de um alfabeto para noutro, dependendo do sistema escolhido para a transliteração.

Sistema de transliteração: Silabário nativo canadense

O silabário dakelh, ou silabário Dené, é derivado do silabário Cree. Foi inventado em 1885 pelo Padre Adrien-Gabriel Morice na Missão Stuart Lake em Fort St. James. Este script é chamado dulkw’ahke em carrier, o que significa “pés de rã”.

Regra específica

  • Pois que o silabário dakelh não é sensível à caixa, a primeira palavra de cada frase é escrita com uma letra maiúscula na transliteração do alfabeto em caracteres latinos.

Ligações sobre o dakelh

Outras línguas suportadas

As outras línguas suportadas são: abcázio, adiguês, arménio (ocidental), arménio (oriental, clássico), bashkir, berbere, bielorrusso, búlgaro, cherokee, georgiano, grego, inguche, inuktitut, japonês, macedónio, russo, sérvio, ucraniano e vai.

 
Este site usa cookies para fins estatísticos e de publicidade. Ao utilizar este site, você aceita o uso de cookies.